segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Não sou metade.

Sou inteira - busco continuações em outro inteiro.

Alguém que queira dar continuação à quem sou 

e ao que sinto.

Me continua?

sábado, 12 de dezembro de 2015

Engraçado como expor nossas fraquezas, nossas dores...falar sobre nossas inseguranças faz com que as pessoas nos vejam como alguém forte!
Parece contraditório, ne?!
Tão raro ter coragem de simplesmente SER o que "realmente se é" e demonstrar o que realmente se passa por dentro, que as pessoas enxergam a coragem quase como algo sobrenatural.
Te enxergam como alguém forte, destemida.
Insegurança? Sinto, às vezes. Mas não me entrego.
Vontade de viver um "faz de conta" e não assumir nem pra mim o que sinto também passa pela minha cabeça. Mas me recuso viver de mentiras. É uma escolha. Sim, uma escolha que exige de mim enfrentar-me. Exponho minhas debilidades justamente para arrancá-las de mim, pra não me tornar refém delas.
Quando você se expõe, ninguém mais pode te expor.
Quando você se assume, não tem porquê te perseguirem. Porque se você se aceita com virtudes e defeitos, você perde o medo de não ser aceito por quem quer que seja. E as verdades ditas não te incomodam mais porque você decidiu viver na luz.
Mas não é que eu seja forte, sou apenas honesta comigo e com os outros, apenas tenho coragem.
Eu disse apenas?!
Obs: Ao invés de fugirmos de Deus e de nós por termos vergonha, culpa ou qualquer outra coisa que nos impede de olhar pra dentro, corramos para ELE. Assim, não estaremos mais sozinhos. Passará a ser você e Deus contra seus monstros internos e externos. E com ELE você é maioria.

domingo, 29 de novembro de 2015

Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida.
Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa.
___ Carlos Drummond de Andrade

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Permaneça.


"E respondeu-lhe Pedro, e disse: Senhor, se és tu, manda-me ir ter contigo por cima das águas. E ele disse: Vem. E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter com Jesus. Mas, sentindo o vento forte, teve medo; e, começando a ir para o fundo, clamou, dizendo: Senhor, salva-me! E logo Jesus, estendendo a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste? "
_Mateus 14:28-31

Acho que muitos conhecem essa história, mas resumindo, Jesus andou sobre as águas para encontrar os discípulos que estavam no barco. No início eles assustaram, mas depois Pedro teve a reação descrita acima.
Sabe, viver por fé é um convite a todos nós.
Parece loucura? Parece. Mas loucura mesmo é viver sem a Fé em Cristo.
Claro, é um desafio para nós: negar as circunstâncias, o "óbvio", o visível para se apegar ao invisível. Mas não é um invisível apenas, é a Palavra de Quem Criou o mundo. É ELE quem sustenta todas as coisas.
Muitas vezes, até damos o primeiro passo de fé. Pisamos sobre as águas. Mas aí as circunstâncias não mudam. E quem disse que é pra mudar? Quem disse que as águas ficariam firmes para que Pedro continuasse caminhar? O firmamento não é onde pisamos, é onde focamos nosso coração e Fé: Cristo.
Claro, às vezes as circunstâncias mudam. Mas às vezes, nossa tarefa é continuar andando sobre as águas.
O nosso maior desafio nem é tanto dar o primeiro passo, e sim, continuar a caminhada "até que"... Até que cheguemos ao destino desejado.
 Pedro começou a afundar porque duvidou, porque olhou ao redor, olhou Brasil quebrando, olhou empresas fechando, olhou o amor esfriando...ESSAS são as circunstâncias que nos cercam atualmente. MAS a verdade é o que Deus diz a nosso respeito. A Verdade é que ELE é nosso sustento, ELE é nosso ajudador, ELE é nosso Norte. Firmemos NISSO.
Não tire os olhos de Cristo.
E daí que o mundo está desabando? Creia e PERMANEÇA CRENDO, assim andará acima das circunstâncias, alcançará o impossível.
E se te chamarem de louco? Oras, as coisas de Deus são loucura para os homens de pouca fé mesmo.

Beijos de alguém tão humana quanto você mas que DECIDIU crer (de verdade).

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Daí a gente dorme. 
Dorme porque isso ainda se pode. 
Não de conchinha mas dorme. 
Daí a gente sonha. 
Não com alguém mas com o desejo de ir além. 
Daí a gente acorda não ouvindo um " bom dia " ,
mas torcendo pra ser. 
Daí a gente vive, 
não só por viver,
 mas pra tirar do singular tudo que a gente sonhou no Plural.!! 
É segunda feira e uma nova oportunidade de recomeço...
Que seja uma semana incrível... pra mim e pra Você!!

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Não deduza.

Como é importante largarmos as deduções e buscarmos clareza!
Como é bom estarmos errados quando interpretamos alguém de forma equivocada. E como é bom podermos voltar atrás, corrigirmos, mudarmos ao invés de nos apegarmos a uma opinião só pra não "darmos o braço a torcer".
Como é bom tentar olhar com os olhos do outro. Porque, algumas vezes, o que pra gente é normal, habitual, pro outro é uma grande demonstração de afeto. E se não soubermos disso podemos achar que o outro "faz pouco caso" ou não te trata de forma "especial" (quando é isso que se espera!).
Por exemplo, sou acostumada com um nível alto de gentilezas entre amigos, então não é qualquer gesto que me faz perceber algum carinho a mais. Mas aí alguém que não tem esse costume, alguém que não tem a prática da gentileza gratuita, age exercendo sua doçura e, por ser comum pra mim, não percebo. Se não conversarmos, não expormos fatos, pontos de vista, ele pode ficar decepcionado por eu não perceber, e eu ficar decepcionada por ele "não fazer nada", sendo que ele estava dando seu "tudo".
Entende?!
Às vezes, o meu tudo é óbvio pra alguém, então preciso aprender o que o toca.
Precisamos ouvir e aceitar essas diferenças pra não julgarmos de forma errada o que o outro nos oferece, para não menosprezarmos o esforço do outro.
O que pra você é fácil, pode ser difícil pra alguém.
"Colocar-se no lugar do outro" é "ser o outro" nas condições dele.
Pensemos nisso.
Não deduza, pergunte, converse, aprofunde.

sábado, 5 de setembro de 2015



Estou me sentindo como quem chega de uma viagem e tendo que dar continuidade ao que ficou deixado de lado por um instante. O mais difícil de tudo é ter que seguir adiante e mesmo que olhando para trás estar certo que não posso me esforçar em ter de volta o que vivi, por isso, a sensação é de ter estado em dois mundos distintos que não se cruzaram, não tiveram a chance de dialogar e experimentar contatos. É incrível como insisto em carregar bagagens para locais desnecessários e dentro de uma delas aquele sentimento de culpa que amordaça a possibilidade de agir livremente. Tento agir como se de agora em diante eu possa a me permitir a não errar mais, a não ser mais tão inconsequente mas às vezes tenho até medo das contingências da vida pois sei que diante das multiplicidades dos acontecimentos  posso estar distraído e os tombos são como sempre inevitáveis. O que eu poderia dizer para mim mesmo neste instante? Será que a necessidade de explicações não poderia ser deixada para depois? Quem sabe quando a certeza de que tudo acabou e assim, uma nova canção será composta com o tempo e possa ser entoada em meio a novas portas que se abrirão para oportunidades prósperas que em cada vivência serão maravilhosamente experimentadas. Ainda ei de me debater com os "fantasmas"que insistem em me atormentar mas será que ainda os encararei como realidades? Ou já está mais do que na hora de vê-los como teatralizações advindas das minhas mais infinitas imaginações?
O retorno nos dar sempre uma sensação de que devemos refletir o percurso, como sempre faço, estou planejando a próxima viagem,  traçando o próximo destino e a melhor maneira de trilhar.
"Vidas seguem sempre na tentativa de serem vividas e viver é uma experiência deslumbrante desde que possamos aproveitar cada instante."

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

O que falta pra gente dar certo!!!

 O que falta pra gente não é você esquecer o passado, não é seu medo de se entregar ou de se machucar novamente ... o que falta pra gente é aquele frio barriga, aquele disparar o coração, o acelerar a respiração... o nome disso é tesão... falta TESÃO, vontade, calor , falta loucura, falta você me querer, falta você me desejar... porque quando se tem tesão que se dane a mãe, os amigos , o acordar cedo a reunião,  a gente quer e pronto ,se vai chorar , se vai sofrer,se vai quebrar a cara , não importa , no momento o que importa é pele é o desejo é o sentir, depois ,ah depois se pensa no que vai dar ,se o destino vai ou não ajudar ... o que se importa e se entregar e matar vontade ... Isso é TESÃO e é isso que você não tem por mim TESÃO... você pode ter carinho respeito até mesmo compaixão ou talvez gratidão... mais ainda não sentiu o famoso TESÃO,que arrepia a coluna,  que te faz largar tudo só pra ver a pessoa sorrir pra você , esperar ansiosamente a volta pra casa só pra poder abraçar e sentir seu cheiro , querer saber sobre seu dia,fazer um amor gostoso,ter e dar prazer , entrelaçar as mãos enquanto passeia,querer apenas ficar junto sentindo a presença um do outro,surpreender com um beijo roubado, quando isso acontecer , quando o  Tesão bater que se dane quem ta olhando,que se dane se tem alguém criticando,que se dane quem se magoou,que se dane quem ficou , que se dane se seu horário ta chegando você vai apenas querer ficar ... não importa pra que lado o vento sopre você vai querer ser a vela da meu barco...

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Você se foi...

Você saiu pela porta e a tristeza entrou pela sacada..  
Foi a primeira vez que me senti perdida dentro da minha própria casa, onde deve ser meu refúgio é  o lugar que eu menos quero ficar pois tudo aqui me lembra vc,  seu cheiro ainda está na minha cama, a bagunça da casa se mistura a bagunça dos meus sentimentos afinal não deveria estar assim,  não queria estar assim,  mas confesso que estou perdida no meio de um sentimento que não tô conseguindo administrar  e  o mais engraçado que gosto do que estou sentindo...  
Só não queria que tivesse ido embora assim sem uma conversa sincera sem um olho no olho sem um beijo de despedida e principalmente chateado comigo.. 
Não vou trancar a porta ela vai estar aberta esperando até vc voltar.... ate você trazer seu sorriso para sorrirmos juntos... 

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Me ame ou odeie,
 ambos estão a meu favor. 
Se você me ama eu sempre estarei no seu coração.
 Se você me odeia eu sempre estarei na sua mente.

sábado, 1 de agosto de 2015



o amor não está em mim nem em você,
mas no espaço entre
o medo não está no sim nem no não,
mas no espaço 
a crise não está no começo nem no fim,
mas entre
o passado não está no antes nem no depois,
espaço
a esperança não está no presente nem no futuro,
entre
sim, entre
sem bater
A porta vai estar sempre aberta esperando você...





segunda-feira, 27 de julho de 2015

Abra seu coração

Talvez tenhamos muito o que aprender ainda, subjugamos pessoas por suas classes e idades e somos incapazes de nos relacionar com alguém que não tenha assim tanto em comum conosco, a partir do momento que somos forçados a conviver com isso aprendemos que as pessoas que menos imaginávamos são as mais maravilhosas. As maravilhas vivem em torno de você, toda pessoa tem a sua grandeza. Feche seus olhos e abra seu coração.

quarta-feira, 22 de julho de 2015





"A distancia que separa dois corpos nunca é grande o bastante pra afastar dois corações... e o pensamento viaja rapidamente um de encontro a o outro."

quinta-feira, 16 de julho de 2015



...incerteza um caminho que não sei que contornos esconde, mas não me encolho em cada susto pregado, em cada buraco que caio.

Dormente e intermitente me agarro sem nunca esquecer o passado percorrido nem o presente passado em sobressalto, enfrento de peito aberto as tempestades que me desafiam, e mesmo que com ardente cegueira, sigo por instinto os passos que acredito me conduzem ao manto que chamo...

Desconfio e me inquieto com a incerteza das estradas de amanhã, mas sou rei do destino que construo e não sei ser indiferente às emoções que gritam por uma paz em mim. Não sigo padrões definidos pela sociedade, sou indiferente aos gritos de indiferença que crescem como moscas num universo de opiniões vazias.

Limito-me a ser o que não sei se sou, ou que sou o que penso não ser, só sei que alguma coisa sou e é este sou que com certeza serei que acredito ser o verdadeiro eu que sonho ser.

O resto...não importa, por isso seguro e não me encolho.

Por isso vou me entregar a você!!

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Tenho uma parte que acredita em finais felizes, em beijo antes dos créditos, enquanto outra acha que só se ama errado. 
Tenho uma metade que mente, trai, engana. 
Outra que só conhece a verdade. 
Uma parte que precisa de calor, carinho, pés com pés. 
Outra que sobrevive sozinha.
 Metade auto-suficiente...

quinta-feira, 30 de abril de 2015



...penso que ando enganado com a vida, porque vejo darmos importância a tanta palermice, que a até a minha estupidez começa a acreditar que talvez tenha alguma inteligência.

Numa fase das nossas vidas em que o terrorismo financeiro avança com desrespeitosa arrogância, numa fase em que os filhos dos pais continuam protegidos pelas leis que eles moldam em favor dos seus interesses, culpando sempre o passado e queimado sem hesitar a esperança de quem é governado, numa fase de tanta amargura, desespero e lágrimas muitas vezes ampliadas para níveis de desgaste emocional insuportáveis, numa fase de greves, despejos, contas para pagar, falta de comida na mesa, salários assassinados, insegurança no futuro......vamos todos falar e fazer coisas importantes.

Vamos todos falar à uma só voz e bater vigorosamente o pé, e para isso nada melhor para fazermo-nos ouvir, do que criar um movimento de indignação nacional com um argumento bastante forte, como por exemplo, a defesa do homem mais importante aqui da terra (que por acaso nem cá vive). Porquê? Porque ele foi "humilhado" por um velho que já não sabe sequer quem é, onde está, nem o que faz da vida, melhor que isso, só mesmo o facto do nosso homem importante ser apenas um gajo que corre com alguma elegância, e atira umas tantas bolas numa rede (o desrespeito foi tão profundo que até o nosso desgoverno pronunciou-se).

Se isto não for suficientemente importante, podemos sempre falar de cães e gatos, sim porque ter dois cães ou 3 gatos é motivo de muita preocupação, vai-se lá saber, os animais podem estar a ser domesticados para governar, e tendo em conta o que tem acontecido no País, concorrência competente é coisa que os políticos não querem numa altura destas.

Enfim, é por situações incompreensivelmente estranhas como estas, que prefiro fechar-me no meu mundo, surdo, cego e mudo, só assim consigo viver com alguma saúde mental.

As vezes penso, mas preferia não fazê-lo.

sábado, 18 de abril de 2015

O QUE ESTÁ FALTANDO



desabotoar
desabituar
desalinhar
desalojar
desapertar
desarrumar
desenhar
desdenhar
desembestar
desembaralhar
desembolar
desenrolar
descosturar
desengordurar
desordenar
desesperar
desacatar
desabilitar

des per tar

de 

se

 jar

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Vai um abraço?











Quero te conter no meu abraço epidérmico,
 até despossuí-lo de olhares, ares, mares.
 Até que o todo de você se derreta em líquido eu. 
E meu rosto se desfaça em epilético sorriso.
 venha se deixar abraçar amar suspirar ficar...

sábado, 11 de abril de 2015


Sou feita de palavras. Minha vida foi escrita a lápis; meu passado é feito de marcas deletáveis que permanecem ao fundo, em borra e pressão, sobre o papel. Minhas mãos são as tesouras do tempo. Meus pés são rachaduras de algodão. Meus passos, inaudíveis e invisíveis. Minha idade, apocalíptica. Meu futuro só é real quando inventado.

Vivo no espaço em branco entre o começo e o fim. Aliás, o que é a vida, senão o vazio entre fui e serei? Daqui do meio, não vejo nenhum dos lados, apenas imagino. Não é possível voltar nem ir adiante, então permaneço somente. A visão é turva, enevoada, esvoaçante. Olho para trás e vejo lascas de sombra, ritmos estilhaçados, teatro oco e mascarado. À frente há revólveres antecipados e o elástico estremecer dos cadáveres entalhados nas teias de vidro que te sustentam.

Cavei buracos entre passado, presente e futuro, e agora é preciso tapá-los para que eu fique visível. Sou o instante imediato, o centro absoluto, a ficção essencial que organiza o tempo e explica os porquês. Sou feita de histórias, estórias, vitórias, ruínas – mariposa de variadas plumagens a tecer os anais da História. Sou morfologicamente permanente e sintaticamente transitória.

Caminho sobre covas suspensas em liquido cemitério. Vomito ansiedades e mudanças. Revelo a enfática lâmina a costurar nuvens em palco de espelhos. Faço parte da ambigüidade deslizante que abrevia o alvo e descostura o arqueiro.

Sou a consciência que explica seu perímetro e apara suas arestas. Sou o fim prematuro epileticamente triturado.

Bem-vindos, mais uma vez, ao deserto entre. Apertem os cintos. Viajaremos por tempo indeterminado.

domingo, 5 de abril de 2015

Esquerdistas X Direitistas


- Quando uma pessoa de direita não gosta de armas, não as compra.
- Quando uma pessoa de esquerda não gosta das armas, proíbe que você as possua.

- Quando uma pessoa de direita é vegetariana, não come carne.
- Quando uma pessoa de esquerda é vegetariana, faz campanha contra os
produtos à base de proteínas animais.

- Quando uma pessoa de direita é homossexual, vive tranquilamente a
sua vida como tal.
- Quando uma pessoa de esquerda é homossexual, faz um movimento com
alarde para que todos  também se tornem homossexuais e os respeitem.

- Quando uma pessoa de direita é prejudicada no trabalho, reflete
sobre a forma  de sair dessa situação e age em conformidade.
- Quando uma pessoa de esquerda é prejudicada no trabalho, levanta uma
queixa contra a discriminação de que foi alvo e vai à Justiça do
Trabalho pedir indenização por dano moral (e o pior:,,,,,, ganha!).

- Quando uma pessoa de direita não gosta de um debate transmitido pela
televisão, desliga a televisão ou muda de canal.
- Quando uma pessoa de esquerda não gosta  de um debate transmitido
pela televisão, quer entrar na justiça contra os sacanas que dizem
essas sandices. Se for o caso disso, uma pequena queixa por difamação
será bem-vinda.

- Quando uma pessoa de direita é ateu, não vai à igreja, nem 
sinagoga e nem à mesquita.
- Quando uma pessoa de esquerda é ateu, quer que nenhuma alusão a Deus
ou a uma religião seja feita na esfera pública, exceto para o Islã
(com medo de retaliações provavelmente).

- Quando uma pessoa de direita, mesmo sem dinheiro disponível, tem
necessidade de cuidados médicos, vai ver o seu médico e, a seguir,
compra os medicamentos receitados.
- Quando uma pessoa de esquerda tem necessidade de cuidados médicos,
recorre à solidariedade nacional ou ao Sírio Libanês para tratar.

- Quando a economia vai mal, a pessoa de direita diz que é necessário
arregaçar as mangas e trabalhar mais.
- Quando a economia vai mal, a pessoa de esquerda diz que os sacanas
dos empresários, proprietários, etc...  são os responsáveis e punem o país.


Teste final:
Quando uma pessoa de direita lê esse texto, o repassa.
Quando uma pessoa de esquerda lê esse teste, fica fulo da vida e não o reenvia, além de querer processar e prender quem escreveu...
Segundo Margareth Tachter, o socialismo dura enquanto durar o dinheiro dos outros!

Não há mais epiderme em um olhar. Só nos resta a enxaqueca do afago. O sorriso míope, a carícia hepática. Os músculos rasgados em cutícula, gotícula, partícula. Tudo acabado em um vômito cardíaco. Não há mais texto para o pretexto.

sexta-feira, 3 de abril de 2015

"Mentalize sempre o melhor, prepare-se para o pior, e agradeça o que vier!"
(Mestre Shri Vyaghra Yogi)

terça-feira, 31 de março de 2015

Vida




Mais um recomeço. Estou mais morta que viva, não é cansaço fisíco, é cansaço emocional, até sonhar me cansa.
Cada dia que passa tento recomeçar, e por onde? Procurando a vontade de ser feliz.
Olho para trás, olho para o que já vivi, e que encontro? Um robot.
Nascemos e perdemos a nossa identidade, perdemos os nossos desejos as nossas vontades, nem nos dão tempo para as solidificar, ficam névoas do que desejamos, do que queriamos ser e fazer.
Logo ao nascer, começam as regras, os costumes, o certo e o errado (para os outros claro) nós perdemos o pensar o querer.
Só nos dão comer quando passarem as 3h (regra adquirida ao longo dos tempos), que importa que choremos se ainda não podemos ter fome, ainda não está na hora, nos gritamos, gritamos por liberdade, só nos dão banho à noite, que é a regra para dormir-mos melhor (regra adquirida ao longo dos tempos), choramos, porque alguns gostam mais de tomar banho de manhã, mas não pode ser.
Vão-nos alimentando de acordo com a regra que terceiros impõem.
E por ai fora, ao longo da vida, temos que fazer e ser o que os outros acham que assim é que é. Se chegar-mos a adultos e mandar-mos as regras as imposições para o lixo e começar-mos a fazer o que a nossa vontade dita, então somos malucos.
A felicidade para a maioria das pessoas, é um casamento com um bom partido, para ser um casamento sólido as famílias tem que se dar bem, e o casal? Bom, esses vão atrás do que os outros dizem, um bom emprego, que permita ter uma boa casa, um ou mais carros, os filhos depositados num bom colégio, no trabalho tentar ser o melhor trabalhador nem que para tal, "estrangule" os outros, se possível como emocionalmente não estão bem talvez um ou uma amante sirva para sair um bocadito da rotina, mas? mas os remorsos, as mentiras dão desgaste e vão matando lentamente.
Para poucos a felicidade é viver o dia a dia com o que se tem, uns dias melhores outros piores, mas com alegria porque não existem regras, utopia? não, não é utopia é a vida sem stress.
É esperar calmamente a ida para outra vida em Paz, sem medos, sem culpas, sem receios de não ter sido o melhor, o mais rico, o mais pobre de espírito.

sábado, 28 de março de 2015




Hoje resolvi dar uma abelhada pelo meu blog. Que viagem, seis anos e qualquer coisa a escrever a se ausentar a ir e voltar. Não importa que o que está escrito seja de boa ou má qualidade, não interessa quantos comentários houve, interessa-me muito as pessoas que não conheço nem nunca cheguei a conhecer terem lido, isto a que chamo de diário, terem colocado o que este ou aquele post lhes dizia, ou chamava á atenção. 





Não me arrependo de nenhum post, foram todos sentidos,vividos,reais  ou imaginários honestos e escritos sem a preocupação de ser uma escrita elaborada, com sabedoria  e coerência de uma  escritora, não, fui eu mesmo, fui eu que coloquei as fotos que gostava, e achava que ficavam bem neste ou naquele post, as músicas que achava que encaixavam neste ou naquele post,a alegria ou a tristeza , enfim, sempre pensei que um dia destes iria parar e ler o meu blogue e que iria odiar algumas passagens que nele coloquei, mas não, adorei lê-lo, adorei comparar-me vi que cresci, tornei-me numa pessoa muito menos amarga, uma pessoa que encara os desafios da vida como dádivas de crescimento interior, sinto-me muito melhor comigo própria e com os outros, mais tolerante, não tão teimosa. de bem com a vida e com as coisas que ela me oferece.






Obrigado a todos os que passaram por aqui e deixaram a sua marca em simples palavras.Não sei se é uma volta ao Blog um tanto quanto abandonado também não é um adeus, é um continuar, é um crescer continuo,e um estou presente mesmo que de longe e quem sabe  umas historias novas até que doam os dedos.
Beijos a todos!!!

domingo, 13 de julho de 2014

... o mais incrivel de tudo é que... não importa com quem eu esteja, nem o que eu faça , não importa pra onde eu va e nem quanto tempo eu fique por lá, parece que quanto mais eu me afasto, mais me aproximo de você...

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Voltei a sonhar contigo. Não sei o que se passa mas de vez em quando voltas a mim. Já lá vão alguns anos, já partiste há alguns anos, mas dentro de mim deixaste pedaços de uma vida que vivemos, uma vida curta, apenas uns anos, mas muito fortes, cheios de esperança, cheios de promessas. Quanto tempo passámos a olhar-nos de longe, simples troca de olhares no meio de tantas pessoas, pessoas que viviam conosco, pessoas que se colocavam no meio de nós e não deixavam que o nosso amor se mostrasse ao mundo, com toda aquela força, aquela grandeza. Afinal o nosso amor não deveria ser tão forte que não aguentou tantas pressões, e abandonou-se á tristeza, chorei, tu também deves ter chorado, separámo-nos, afastámo-nos e tanto que tinhas prometido fazer ficou por fazer. A distancia te levou de mim.
E tens noites que em sonhos  voltas para o aconchego dos meus braços, e depois de fazermos amor, adormecemos agarrados um ao outro como se nada nos pudesse separar.
Acordo triste, não gosto de sonhar com coisas que tive nas mãos e fugiram, amores não vividos, mas sempre tão presentes.
 Deixámos tantas coisas por fazer, tantas palavras por dizer, tantos beijos por dar........

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Nunca cortei relações com ninguém, ou melhor, nunca cortei relações com alguém de quem me considerasse amiga. Por maiores que fossem as ofensas - e por vezes foram muito graves -, por mais violentas as discussões, depois da fúria passar, sempre fui capaz de parar e pensar. Recapitular o que que passou e pesar as coisas, pondo num prato da balança o quanto gosto da pessoa, e a importância que tem para mim, e no outro o quanto me magoou. E de todas as vezes a balança acabou por pender para o lado da pessoa, porque afinal me incomoda mais estar zangada com alguém de quem gosto, do que a razão porque me zanguei. Porque a pessoa é mais importante, pesa mais, e não quero daqui a dez anos pensar nela com pena e arrependimento, sem me lembrar já porque nos zangamos, por não ter dado oportunidade a uma reaproximação. Talvez seja por isso que mantenho amizades tão longas e duradouras, resistentes, daquelas que estão lá de pedra e cimento , Sei que não é fácil, é preciso muitas vezes pôr o orgulho de parte, baixar a guarda e, sem artifícios, peito aberto, conversar longamente sobre o que aconteceu, resolver as diferenças, colocar  para fora o que nos feriu para podermos recomeçar. Só que é curto o período em que isso é possível, pelo que o devemos aproveitar antes que se perca. Deixando passar demasiado tempo, cria-se uma distância que se torna intransponível, e a cada dia que passa mais difícil de estreitar. E que faz a diferença entre voltar a ser-se amigo, ou passar-se a conhecido. E ninguém quer ser conhecido de quem já se foi amigo.
Então colocando meu orgulho em segundo plano  vou fazer algumas ligações....

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

DAS UTOPIAS


SE AS COISAS SÃO INATINGÍVEIS... 


ORA!


NÃO É MOTIVO PARA NÃO QUERÊ-


LAS...


QUE TRISTES OS CAMINHOS,


 SE NÃO FORA


A PRESENÇA DISTANTE DAS ESTRELAS!


                   MÁRIO QUINTANA

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Quero que meu 2014 seja simples...

Apenas porque as coisas simples são tão mais cativantes.


Que nele tenha....
 uma noite bonita.
 uma lua.
 uma rua torta que acaba na sua porta.
 uma calçada convidativa.
uma praça.
 uma noite estrelada.
um sorriso.
dois sorrisos.
um beijo.
uma conversa.
 uma boa conversa.
 mais sorrisos.

 fim.



A vida pode ser boa.



*

domingo, 18 de novembro de 2012


Sei que entendes que às vezes
 só preciso buscar outras almas
que alimentem a minha.
Quando eu voltar para a terra,
te procuro...



segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Fechei portas ontem.

Muitas.

Cada porta fechada,

foi uma dor diferente.

Dor de perder gente.

Mas nada se fecha

definitivamente

Há sempre um fresta,

uma brecha,

outra porta pra se abrir,

lindamente.

sábado, 3 de novembro de 2012

As coisas ruins são tão contagiosas quanto as boas.

É tudo uma questão de vacina.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

 

Ocorreu-me agora uma prece. Espero, desejo, rogo que no final desta estrada chamada corretagem haja um bom motivo que justifique este percurso quase insano. É que ao fim deste lançamento apos dias sentada numa cadeira falando ao telefone,mandando email,ficando ate tarde no escritorio indo e voltando de plantão  de visitas e  muitas vezes com colicas de rim por causa das muitas horas sentada em frente ao computador sem tempo para tomar água ,eu só queria que me assegurassem que vai valer mesmo a pena.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

O rio corre seu curso sem com nada se importar...

Assim também é a vida que passa sem nos esperar...

É preciso saber que o rio nunca volta ao mesmo lugar e arrasta consigo,

 tudo o que está dentro dele...

Assim também é a vida seguindo seu fluxo normal...

Ás vezes nos trás as coisas que devemos enxergar,

mas nós não as pegamos, com medo de nos afogar...

Mas se deixar passar a oportunidade, ela poderá não mais vai voltar...



terça-feira, 2 de outubro de 2012

A verdade é que quase tudo agora me cansa.
É como se tudo que tá pra acontecer fosse velho, já sabido.
Parece com um algo que veio e passou
Levando embora toda a cor, toda a graça.
Eu não sei nem se eu mudei,
ou se as coisas mudaram,
ou se eu só acordei.
Talvez nem isso, nem aquilo, nem aquele.
Talvez só bode, e tudo volte.
Talvez pra sempre, desde agora.
Ou então, sei lá: vamos ver no que dá.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012



Hoje estou indo embora mais cedo,as 18:00hs,pois choveu um pouco mais cedo,e antes que a chuva volte quero estar em casa.

Parada no transito,ligo o rádio,esta sendo narrado uma oração,começo a observar que passam muros coloridos, muros cinzas, muros com cartazes,carros,ônibus,motos,pessoas com bolsas, pessoas caminhando,pessoas em pontos de ônibus,pedintes,panfleteiros ,vendedores,malabaristas,uma feira livre.

Diferentes imagens: de pressa, de calma, de prece,de destração, de necessidades,de alma.

Essa é a hora do rush, a do happy hour, a hora da Ave Maria, a hora do fim do expediente, do fim de mais um dia, a hora-limite entre duas rotinas, hora do caminho de volta pra casa, do caminho pro estudo, do caminho pra ‘balada’, ou apenas um encontro casual,a hora em que o corpo acorda e sai do piloto-automático, a hora de ser um pouco mais nós mesmos, depois de ser o dia inteiro, só o representante de uma instituição, de uma empresa ,de uma escola.de uma historia.

Hora do pôr do sol,hora em que viro uma avenida e dou de cara com aquele sol se despedindo de mais um dia de trabalho e ai se torna a hora das lembranças.....

terça-feira, 24 de julho de 2012


''A felicidade não é algo pronto feito.
Ela vem de suas próprias ações.''
Dalai Lama

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Tudo dentro de mim saiu do lugar

Tudo se embaralhou
Só os pés ficaram onde sempre estiveram
ao menos, me resta uma válvula de escape
O engraçado é que o mundo, em si,
Não chacoalhou
Prédios, pessoas, padrões e estatutos permanecem
Onde sempre estiveram,
Como meus pés.
Fui eu que centrifuguei e chacoalhei
Chicabum
Trinta anos se passaram na minha frente
ou seja, todo o tempo da minha vida
mas não só com minhas desventuras sentimentais
profissionais sexuais intelectuais e artísticas, ah, estas;
também com toda a história humana
vivida ouvida saboreada mastigada esmigalhada
Aos muros e discursos e bombas que caem
Sobre todas, todas, todas as nossas cabeças (abstraia, temos mais de uma)
De modo intermitente
Mas vi
Vi muita coisa e me cansei
Vi filmes, muitos filmes, sala tela luminosa e escura
Como voei, viajei!
Sacrilégio transcendência ou o quê: realidade
Eu já nem tenho mais cabeça, caramba!
Tenho um coração e um útero dando ordens
Para um fígado surpreso e uma coluna assoberbada
Com tudo fora de lugar
Me senti tão presente na vida presente no tempo presente
Estou desiludida, mas nutro grandes esperanças

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Não viva de aparências, elas mudam.
Não viva de mentiras, elas são descobertas.
Não viva pelos outros, viva por você.

sexta-feira, 13 de julho de 2012


Bom, gostaria eu de ser uma vendedora de sonhos, poder levar até as pessoas um conceito diferenciado de como enfrentar os problemas do dia a dia. fazê-los perceber que a vida não se limita só a trabalhar, estudar e ter uma profissão rentável, que lhe possibilite uma qualidade de vida melhor e mais digna.
Vender sonhos não é um trabalho fácil, pois primeiramente temos que convencer as pessoas de que suas vidas estão por demasia superficiais, dizer-lhes que precisam fugir da rotina de vez em quando, achar um espaço vago em sua agenda atribulada para as coisas simples da vida. Aquelas coisas que parecem sem importância ou de baixa relevância, como por exemplo, brincar com as crianças, sair para balada, viajar pelo mundo a fora sem compromissos inadiáveis.
Todavia ter uma carreira sólida, não vamos negar que é de suma importância, mais não podemos deixar que tome todo nosso tempo, nos afaste das pessoas de quem gostamos e programas que nos aliviam, pois estes nos fazem esquecer do stress cotidiano. Já que como em toda construção, na vida temos alicerces, ou seja, a base do nosso eu, o que somos por trás de nossos cargos, e até da “mascara” que utilizamos frente às pessoas que nos rodeiam.
Vender sonhos também requer o mínimo de humildade, pois para poder atingir o intelecto ou até o coração de uma pessoa, precisamos nos desvincilhar de nossas vaidades, nossos preconceitos.
 Devemos tratar todos como seres humanos de importância similar, esquecermos um pouco do rotulo “normal”.
Pois afinal, o que é ser normal? Se não ser desprendido de barreiras, respeitando apenas o espaço do outro, que lhe é de direito. Vamos esquecer a hipocrisia de agir de acordo com as regras do homem, nos limitar a chegar no máximo até onde os outros foram. Podemos e devemos ir além, esquecer dos rótulos taxativos, que podem nos transformar em seres insanos.
Afinal todas as maiores descobertas ou invenções da história foram criadas por seres humanos considerados, loucos, doidos varridos, transtornados. E tempos depois foram considerados gênios, pessoas de um intelecto acima da média.
Partindo desse principio, considero muito mais vantajoso ser louca desvairada, que um ser “normal”, pois são os loucos incompreendidos que fazem do mundo sua casa, das experiência vividas sua essência, de sua cabeça seu guia.
Então pessoal o que vocês acham de começarmos a vender sonhos, ou até comprar se for o caso, pois o valor depende do quanto você necessita deixar de lado para manter sua construção de pé, fortalecendo seus alicerces.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Vontade que me envolvas num abraço...

Vontade que me envolvas na tua teia de carinho...

Vontade de sentir o calor do teu corpo nu...

Vontade de sentir o cheiro da tua essência e de ti...

Vontade de percorrer-te com os meus dedos...

Vontade dos meus olhos te lerem a alma...

Vontade de te encher de Vontade...

Vontade de sermos NÓS...




                                              Acho que matei um pouco dessas vontades hoje!




sábado, 7 de julho de 2012

Ser lider é pra poucos

Ser um líder não é apenas ter um cargo superior, ter o direito a ultima palavra ou coisas do tipo. Ser um líder é bem mais complexo do que se imagina, pois lidar com pessoas não é, nunca foi, e nem nunca será fácil.
Pessoas são diferentes, pensam diferente e agem de formas distintas, cabe ao líder saber como fazer toda essa diversidade ficar homogênea. Todos pensem da mesma forma e na mesma sintonia, em prol do grupo. Por isso liderar deve ser considerado uma arte, um dom com o qual algumas pessoas nascem e outras aprendem no decorrer da vida.
Liderar é fazer as coisas acontecerem da melhor maneira possível, agradando a todos e fazendo com os mesmos sintam-se importantes uns para os outros. Um líder tem que ter coragem de arriscar, claro que já tendo noção do que pode acontecer caso sua decisão não tenha sido a melhor no momento, e tendo a humildade de admitir seus erros perante seus comandados, mostrando que como todos os componentes do grupo ele também é humano e passível de erros. Ser um bom ouvinte também é uma qualidade indispensável a um líder, saber ouvir, assimilar, ponderar sugestões e se forem validas colocá-las em pratica e dar o devido credito a quem há elaborou. Uma visão empreendedora também faz de um líder uma pessoa diferenciada dentro do grupo.
O verdadeiro LIDER não precisa mandar, ele apenas sugere e seus seguidores, por já o conhecerem e saberem de sua capacidade fazem de bom grado sabendo que com certeza haverá retorno. Claro que em algumas situações o líder tem que ter o pulso firme e dar a ultima palavra, mostrar que apesar de toda liberdade concedida, existe alguém no comando e a hierarquia tem de ser respeitada. Saber reconhecer um bom trabalho e cobrar de quem se tem certeza que pode render mais, fazem de uma pessoa uma excelente candidata a um cargo de liderança, pois ao reconhecer um bom trabalho demonstra-se humildade e ao cobrar mais atitude de alguém que é sabido que tem condições de fazer melhor, demonstra integridade e compromisso com a instituição de qual faz parte. Portanto saber liderar é saber fazer as coisas acontecerem sem ter de usar de sua posição em relação ao grupo do qual você tem que administrar.

quinta-feira, 5 de julho de 2012


Se há coisa que o Facebook faz por mim, é divertir-me à Bessa. E porquê? Porque a sede de protagonismo e autopromoção é tão grande que por vezes as pessoas nem têm qualquer noção do nível de ridículo em que caem. Falo, no caso concreto, das aspirantes a modelo que se sujeitam a produções fotográficas de fazer inveja a qualquer estabelecimento da especialidade da Modelete. É que elas ainda não perceberam que:
 Para ser modelo fotográfico convém ter um palminho de cara, uma boa apresentação, ser minimamente fotogênica, e por aí em diante. Por isso, aquele pneuzinho alimentado à base de BigMac que desponta do top curto, o penteado à secretária administrativa soviética de início dos anos 80 ou a pose tão graciosa como Gabriela buscando a pipa, são coisas que não constam do leque semântico de "modelo fotográfica";
 Muito provavelmente, o tipo que lhes está a tirar as fotos só lhes quer saltar para a espinha. "Vá, agora tira a sainha", "a bundinha mais empinadinha", "peito para fora", e mais frases artísticas do gênero são o pão nosso de cada dia de qualquer fotógrafo amador. Mesmo que não consigam tirar um casquinha ou ate mesmo afogar o ganso, sempre ficam com material de masturbação para quando a necessidade apertar;
 A bota branca, a bota de cowboy (neste caso de cowgirl), os óculos de sol Armani, a foto em cima da moto ou ao lado do carrão não são sexys. A não ser que queiram ser a Miss da Banheira do Gugu e concorrer a garota bataclan.
Não são só as mulheres!! Os homens cada vez gostam mais de mostrar atributos( alguns coitadinhos),
Ehhhe... Ora vamos, aqui mostrar os meus musculos, de sunga... Que tal fazer biquinho com a boca, além de estarem de óculos e com um copo na mão, uma pose? Se puder por uma balada como fundo ou o mar melhor!! Ou então a fazer caras de mimo!!! Lindos!!!sem contar quando as fotos são da turma inteira reunida na borda de uma piscina,com todos os bicipes,tríplices e bebidas que são permitidos. 
As pessoas ainda não perceberam que o facebook é o local onde tudo se critica, se lê. E importante: cada vez mais importante para emprego. E ninguém pensa nisso..
Mas por outro lado, não quero que deixem de fazer estas "produções". É que animam-me o dia quando este está a ser aborrecido pela rotina.






terça-feira, 3 de julho de 2012

Sabe qual é o problema? Conversas atravessadas, informações mal repassadas.
As pessoas "julgam" que te conhecem, que são seus amigos, por que trocaram algumas palavras com você, porque te viram sorrindo, sendo gentil ou porque simplesmente possuem amigos em comum com você.
Mas elas não veem o completo, elas não se preocupam com o todo as pessoas se acostumaram com a "metade, um pouco, quase nada". Elas não conhecem seus problemas, sua vida, sua vida em casa, fora dela, seus pensamentos, suas manias, sonhos, sentimentos tristes e felizes, sua dor, sua luz, seu amor e tudo, tudo aquilo que você é.
As pessoas te julgam como a capa de um livro, mas na maioria das vezes elas nunca conseguem sair do prefácio, não tem coragem de descobrir o conteúdo das próximas paginas e julga-lo depois do FIM.
As pessoas se tornaram muito artificiais, aquela superfície, apenas camada por cima de camada.
As pessoas não te conhecem, apenas te olham. E com isso você acaba se tornando apenas uma fachada,uma capa de livro..



segunda-feira, 18 de junho de 2012

Eu juro que tentei escrever aqui muitas vezes no dia de hoje.
 Mas cada vez que entrava, o Blogger me dizia que estava em manutenção. Aliás essa é a palavra da semana: MANUTENÇÃO. Levei um baile ao usar serviços de atendimento ao cliente da Net, da Claro,  da CEF pra resolver problema de cliente... e concluí que atendente de serviço de atendimento ao consumidor é alguém que fez algo muito ruim na vida passada. Ninguém merece escutar o que aquele povo escuta...principalmente quando se tem alguem te dando pressão pra resolver um problema que nem é seu...
Se eu que me considero uma pessoa educada e calma,perdi a paciencia e falei um monte de absrudos imaginem os mais desbocadinhos ...é realmente atendente batia na mãe na vida passada só pode!





domingo, 17 de junho de 2012

21 Orgasmos Femininos

Depois falam que corretor não vale nada mais olha as coisas que saem num plantão em pleno domingão,adorei tive que divdir com vcs!




1 -Asmática……………….: Ahh r… Ahhh r… A hhh r…
2 -Geográfica……………..: Aqui, aqui, aqui, aqui….
3 -Matemática……………: Mais, mais, mais, mais…
4 -Religiosa……………….: Ai meu Deus , ai meu Deus…
5 -Suicida…………………..: Eu vou morrer , eu vou morrer…
6 -Homicida……………….: Se você parar agora, eu te maaaaaatoooo!!!!
7 -Sorvete………………….: Ai Kibon, ai Kibon, ai Kibon…
8 -Zootecnista…………….: Vem meu macho!!! Vem meu Macho!!!
9 -Torcedora………………: Vai, vai, vai…
10 -Professora de Inglês. : Ohhh !!! YES !!!Ohhh…My…God…!!!
11 -Margarina…………….: Que Delícia, que delícia…
12 -Negativa……………….: Não…. Não…..Não…..
13 -Positiva…………………: Sim ..Sim… Sim…
14 -Pornográfica…………..: Puta que o Pariu….vai filho da puta….
15 -Serpente Indiana…….: Ssssssssss………. Ssssssssss…
16 -Professora……………..: Sim …. isso ..por aí…..exato…..isso….
17 -Sensitiva……………….: Tô sentindo…. tô sentindo..
18 -Desinformada…………: O que é isso ? .. O que é isso?…
19 -Degustadora…………….: Ai gostoso… gostoso… gostoso…
20 -Cozinheira………………: Mexe… Mexe….Mexe…
21 -Casada…………………..: Olha só, a empregada não limpou o teto!

terça-feira, 12 de junho de 2012

Dia dos Namorados


Imagem engraçada  pra homenagear o dia dos namorados apesar de parece despeito,acho que depois de uma bela gargalhada de uma boa reflexão....

Ps*
 GOSTEI DO PRESENTE,
 ADOREI AS ROSAS ....
 MAS O CARTÃO FOI MATADOR!


sábado, 9 de junho de 2012

Anjos

Estou aprendendo a amar, a cada aprendizado encontro a felicidade, e o mais interessante é que descobri que realmente existem anjos e eles estão tão próximos de nós e muitas vezes passam desapercebidos.
Eu estou falando com conhecimento de causa, não é algo fruto de minha alucinação sóbria  ou não, de maneira alguma.
Ao visitar a maternidade e ver aqueles pequeninos e chegando em casa assistir o filme cidade dos anjos pude então compreender que realmente os anjos estão ao meu lado.
Pra mim os anjos são meus amigos, familiares e alguns conhecidos…
Meu sobrinho que acabou de nascer,tão pequenino é o anjinho mais puro que conheço (ao menos por enquanto);
Meus outros sobrinhos já não tão pequenos,são querubins ainda possuem uma certa Inocência,
Minha mãe é a anjo chefe. Que poder, que força ela tem sobre os filhos,meu Deus.
Meus irmãos, são assim, meus irmãos, anjos irmãos protetores (não entendo, é tão difícil falar de irmãos quando se ama todos com suas singularidades);
Meu pai é o anjo vento,dá pra sentir sua presença,mas não dá pra abraçar.
Meus amigos são os anjos que escolhi pra mim, e não citarei nomes, mas cada um sabe o que representa pra mim.
Meus anjos, grandes,pequenos inocentes ou não AMO VOCÊS.




quarta-feira, 6 de junho de 2012

Nosso Miguel

                                                NASCEU  O MIGUEL !!!!!!!!!!!!!!!!!!
O milagre da vida é tão intenso,e esse momento foi tão emocionante,não só pra mim mas para toda família,que qualquer post,ou qualquer palavra se tornará insignificante ou insuficiente para traduzi-lo.

sábado, 2 de junho de 2012

Feira do Livro

Gabriel García Marquez não voltará a escrever. A notícia deixou-me triste. Não há nada pior que roubar a memória a um homem que se alimenta dela.
E porque as homenagens e agradecimentos devem ser feitos em vida, quero agradecer todos os momentos, sentimentos, devaneios e viagens que me provocaste a cada livro. Faltam-me ler ainda alguns, mas tenho-os na estante...

Li essa noticia hoje,que por coincidencia é o dia que irei me deliciar na feira do livro,em vários stands vi a presença de Gabriel Garcia Maquez e por varias vezes que vi as pessoas,não  tão cultas olharem para a capa devolverem a prateleira,alguns até liam contra-capa mais nem todos os levaram para casa,será que essas pessoas possuíam a mesma informação que eu? Será que elas imaginam que daqui uns anos,teremos apenas as suas obras e nada mais e com certeza seus livros irão encarecer,pq é assim que funciona nesse mundo as pessoas tem seu devido valor depois que nós deixam....percorri toda feira com a minha grande amiga companheira e cúmplice minha irmã Isabel,comprei 8 obras quando terei tempo pra todas não sei,mas cada dia vou me alimentando um pouquinho dessa cultura pouco usada no nosso país.Acho que  esse incentivo da prefeitura Municipal e do governo do Estado deveria ser levado a outras grandes cidades;pois o gosto pela leitura se adquiri quando criança e o que mais tinha na feira hoje eram crianças.
Estava muito contente,pois ainda fiz 4 crianças feliz dei cheque livros pra elas brincarem na feira, de lá fui pra casa de Mamis tive um excelente final de semana,voltei pra Ribeirão com um sorriso no rosto e um tesouro no coração.