segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Mais cedo ou mais tarde a mascara sempre cai....


Ta valendo, mas ter o coração vazio do que sentir aquele mal estar de uma ilusão que deixou de ser o que para mim era amizade!Por mais torta que essa amizade fosse, por mais que ela me perturbasse eu considerava amizade. E apesar do mundo conspirar contra isso eu gostava de verdade dessa pessoa que era amiga e agora tenho como adversário profissional e pessoal.
E tenho dois modos de olhar para o que aconteceu: como um conflito de poder profissional, com um querer ser quem não se é, fundiram-se as duas coisas que são distintas em uma só, juntando uma grande parcela da famosa inveja, eis o grande erro do ser humano, querer estar em um cargo que não se é gabarito e usar de artifícios para permanecer nele, mesmo que pra isso seja necessário adquirir todas as mascaras que estão disponíveis no mercado e começar a usá-las, junto com uns golpes de luta a famosa rasteira, só que ninguém consegue ser o que não se é por muito tempo, as pessoas têm tendência a se desequilibrar, a perder a razão quando se perde o centro do palco, contudo, há desilusões e desilusões...
Existem aquelas, temporárias, passageiras, que rapidamente esquecemos, mas há as outras, aquelas que, acabam por revelar a verdadeira essência de alguém, que correspondem a tal queda da máscara... E o problema está nas pessoas, na falta de honestidade, de sinceridade. Há boas e más pessoas em ambos os sexos e quanto a isto não há nada a fazer, a não ser lamentar os tropeções que damos na vida, aprender com eles e seguir em frente. Por mais que custe e sei que custa, esquecer aqueles que teimam em nos desiludir...
É muito ruim esse sentimento de enganação, quando tudo em que vivemos e acreditamos (mesmo depois de sabermos que pode não significar mais nada), mas acreditávamos!
Já deixei de acreditar em uma mudança com relação aos fatos que cercam essa pessoa e mesmo assim tenho momentos de ilusão. Quem sabe um dia o vento muda e me faz entender o porquê dessas suas atitudes, o porquê desses seus sentimentos tão falso com as pessoas que te cercam quem sabe um dia eu consiga te entender, e ser capaz de te perdoar. Quem sabe algum dia assim como eu vi sua mascará cair e outras pessoas estão vendo também, não de tempo de você coloca-la para receber sua marionete principal.

5 comentários:

Mr. Ziggy disse...

As máscaras têm sido um problema seríssimo (ou não) na sociedade ocidental. Temos que tomar muito cuidado com isso pra não nos decepcionarmos nem sermos passados pra trás. Bjo!

Monica™ disse...

Amiga eu passei exatamente pela mesma coisa. Só não cultivo a ilusão de tentar entender. Ao contrário, espero pela justiça, que, confesso, acho q está demorando muito, mas há de vir !!! Beijo.

Elisia Bass disse...

recebi um selo e tô inidcando para vc, veja lá no meu blog

Dando Play disse...

Gostei + da imagem, exatamente com o título.

Um abraço.

--

Passa lá no Dando Play
Os melhores vídeos da web.

DandoPlay.blogspot.com

Marie Curie disse...

Nossa, essa coisa de amiga traind é fogo... só quem passapor isso pode explicar a perplexidade que deixa a gente sem ação, só tentando achar motivo, enlouquecendo a gente!

Ps:Tem meme pra vc lá no divã rosa choque!